SUAS LETRAS - Letras de Músicas e Clipes para ouvir









  Samba      Agepê      A Badeira de Vilma


              

Agepê - A Badeira de Vilma










Nazareno Carregou
Sua Cruz Até O Fim, Até O Fim
Arrasta Sua Bandeira, Bandeira
Que Eu Levo O Meu Tamborim

Depois Que Você Deixou Seu Posto
Uma Alegria No Rosto
Em Muita Gente Fico

Disseram Que Seu Estandarte Eras Pesado
E O Seu Cabelo Prateado O Sereno Clareou

Mas Hoje Você Faz O Seu Regresso
Pra Mostrar Que Seu Sossego
Ainda Não Envelheceu

Quero Ver Você Dançar
E Cantar De Ficar Rouca
Que é Pra Calar A Boca
De Quem Falou Sem Pensar

Nazareno Carregou
Sua Cruz Até O Fim, Até O Fim
Arrasta Sua Bandeira, Bandeira
Que Eu Levo O Meu Tamborim


Compartilhe nas Redes Sociais

  



Deixe seu Comentário:

           

Letras de Agepê