Utilizamos cookies essenciais e tecnologias de acordo com a nossa Política de Privacidade e nossos Termos e Condições de Uso. Ao continuar navegando, você concorda com esta utilização.      

SUAS LETRAS - Letras de Músicas e Clipes para ouvir










  Folk      Agridoce      130 Anos


              

Agridoce - 130 Anos











Caro é Transformar-se Num Arremedo De Si Próprio A Ponto De Nem Se Reconhecer Mais
Hoje Eu Tenho 130 Anos, Isso Não Estava Nos Meus Planos
Você Sabe, A Desordem é Tenaz.

Tantos Laços, Tantas Amarras
Os Controles, Pretensões
Nada Adianta Se O Vento Não Soprar

Esse Vento Sob Minhas Asas,
Eu Não Mando Mais Em Nada.
Sei Que é Alto, Mas Eu Vou Pular

O Que Todos Vão Dizer
E Aonde Vão Chegar
Nem Os Olhos Podem Ver

Decidido, Eu Não Volto Pra Casa
Ao Lar, Ao Corpo E Todas As Palavras
Que A Vontade, Conseguir Pensar.

Segue O Vento Sob Minhas Asas
Eu Não Mando Mais Em Nada
Sei Que é Alto Mas Eu Vou Pular

O Que Todos Vão Dizer
E Aonde Vão Chegar
Nem Os Olhos Podem Ver






Compartilhe

Compartilhe no Facebook      Compartilhe no Whatsapp      Compartilhe no Twitter





Deixe seu Comentário:

           

Letras das Músicas

#

    
    
    



A


    



B