Utilizamos cookies essenciais e tecnologias de acordo com a nossa Política de Privacidade e nossos Termos e Condições de Uso. Ao continuar navegando, você concorda com esta utilização.      

SUAS LETRAS - Letras de Músicas e Clipes para ouvir










  Mpb      Dani Black      Open Your Mind


              

Dani Black - Open Your Mind









Às vezes aquilo que você não sabia
Que queria estava exatamente onde
Você não achava que estava
Porque estava bem do lado de onde você estava

Às vezes é simples assim
Às vezes a alegria
Que você procurava lá, sempre lá, sempre lá
Estava do seu lado o tempo todo
Estava bem pertinho de onde você

Costumava dormir
E repousar a cabeça quando queria descansar
Muitas vezes não está tão longe
Aquilo que você achou que estava tão
Longe de conseguir

Muitas vezes não está tão perto
Aquilo que você temeu ser um deserto imenso
Às vezes é tão simples quanto olhar pro lado
Às vezes é tão bom quanto perceber
Que estava dentro da sua própria casa
O que você chama de casa
Nem sempre é preciso bater asa pra encontrar o caminho

Às vezes aquilo que você achou que não acharia jamais
Que você nunca pensou que fosse alcançado por você
Já estava nas suas mãos
Há muito tempo estava lá
Às vezes aquilo que você negou
Que você jurou que não era pra você
Era justamente o que era pra você, era você

Muitas vezes é mais simples do que parece
Muitas vezes parece mais complicado do que é
Muitas vezes quando a gente pensa
Que é simplesmente o fim
É apenas o começo de algo
Que você mal poderia esperar para começar

O começo da eternidade mora no fim do finito
O começo da eternidade mora no fim da ideia de que tem que acabar
Às vezes aquilo que você achava que não ia ser, que não queria ver, que
Não podia ter, que não achava possível encontrar é o que você já é

Às vezes aquilo que você quer se transformar
Que você quer se tornar
Que você quer fazer de tudo pra ser é o que você já é

Como posso eu me transformar no que já sou?
Como posso eu lutar pelo o que já venci?
Como posso eu me afogar nas águas que eu faço a composição?
Muitas vezes tudo que você achou que era impossível
É o que você já tem

Tantas vezes o que você pensou ser inadmissível
É o que você já permitiu
O que você já conseguiu aceitar
É o que você até se rendeu diante
Diante da certeza que você costumava ter

Só que agora começa a ver
Que não era nada disso
Lembre que nada além da mudança é
Nada além da mudança é
A dança eterna é a mudança

Lembre que nada além da mudança está
Lembre que nada além da mudança
Permanecerá daqui cem, mil, dois mil, cem mil, um milhão de anos
Só a mudança, os planos, desenhos mudando
É só o que restará
Você, eu

Tudo o que você concebeu
Tudo o que você já viu, enxerga, sabe, quer, sente, vive
Tudo isso derreterá
Se dissipará no mar, na mudança, nas ondas
Renascerá compondo o que vive pra sempre

Saberá onde estaremos
Quando tudo isso escorrer por nossas próprias mãos
Saberá o que pensaremos
Quando o que somos hoje
Escorrer por nossas próprias mãos

Open your mind
Pense nas coisas que você quer ser
Open your mind
Pense no que você pensou
Open your mind
Lembre que você pode ser
Open your mind
Lembre que você pode ser tudo
Tudo, tudo, tudo, tudo que quiser
Não há limites pra você
Open your mind




Compartilhe

Compartilhe no Facebook      Compartilhe no Whatsapp      Compartilhe no Twitter





Deixe seu Comentário:

           

Letras das Músicas

    



A


    
    
    
    





B


    
    
    
    
    
    



C


    
    



D


    
    
    
    





E


    
    
    
    
    
    





F


    
    



G


    



J


    





L


    
    



M


    
    
    
    
    
    
    





N


    
    
    



O


    
    
    
    



P


    
    



Q


    





R


    





S


    
    
    
    



T


    
    





U