Utilizamos cookies essenciais e tecnologias de acordo com a nossa Política de Privacidade e nossos Termos e Condições de Uso. Ao continuar navegando, você concorda com esta utilização.      

SUAS LETRAS - Letras de Músicas e Clipes para ouvir










  Hip Hop      Djonga      A Pior Música do Ano (part. Froid)


              

Djonga - A Pior Música do Ano (part. Froid)









Every lesson learned
Yeah, yah
Uh-han, yall
O BR, caralho

Músicas são cartas psicografadas
Humanas são perguntas
Todas as exatas são respostas
Nada lhe protege as costas, muito menos facas
Nunca te negaram água
Sempre ofereceram drogas

Quando eu falei da prata
Eu quis falar pra um idiota
Das coisas que o rap paga
E que a vovó Mafalda compra

Toda vez que você chora
Rap é só pra quem aguenta
`Cê só quer se divertir
Então pega sua mesada e compra uma bola

Tem uma pá que sai do gueto
Vem ver onde eu tô morando
De manhã uma tia preta
Passeia com um bebê branco

De onde eu vim a tia veio
E só ela me dá bom dia
Aqui no prédio eu sou o único de dia
A noite tem o porteiro

Sou artista à boemia
Me faz acordar meio-dia
Play Martinho da Vila, disritmia
É só uma analogia a uma letra que se cria
E é menos importante que a caligrafia

Sarcasmo é minha doença, é minha arma contra a tirania
Chama os tiras, toda essa ira, agora é poesia
Lembra que eu dizia, antes de tudo o que eu seria, você ria
Isso não é pra homens fracos, eu num indicaria

Alguns de nós achados, alguns de nós perdidos
E a chave do mistério são enigmas em livros
Alguns de nós achados, alguns de nós vendidos
E a chave do mistério são metáforas em livros

E a desleal competição
Eu sou o Brown você é o Benny
Seu rap é a arroz com feijão, o meu
Lasanha com pene

Mas já passei da fase de querer provar
O tamanho do meu pênis
Pimentinha na favela num é Dênis
Então seje menes!

Respeita o pai, que o inimigo cai
E o inimigo gosta de dar hi
Eu sou Dalai Lama
Fica com a fama, eu quero grana

Mas num é por xana
Quero dinheiro
Entrar pra história e quero grana!

Em Guns N` Roses, prefiro as armas às rosas, linda
O fraco goza e não sabe como tu gozas
Éh, é muito hit, pouco filme pique Hitchcock
Se eu sou Zagallo, corte sua orelha como van Gogh

Seja Basquiat, e não Di Caprio
Aprenda a ler lendo Bell Hooks, não lendo cardápio
Trafique drogas, roube bancos, não seja um larápio
E eu queria dizer Da Vinci
Europeus são iguais Leonardo Di Caprio

E encontrei hoje a resposta para barbárie
Garotos de Hot Wheels
Só garotas brincam de Barbie

Os garoto quer ser ladrão
Cresce, vira polícia
Nem mudou a profissão
Só o que pedem que você vista

E eu demorei anos pra escrever isso aqui
Mas foi tudo num dia que eu escrevi isso aqui
E eu demorei anos pra entender isso aqui
Mas se o Froid rimar primeiro
Cês não vai ouvir isso aqui

Eles tentaram me matar e não foi só uma vez
Vocês tentaram me apagar e eu apaguei vocês
Quiseram me cansar e eu me cansei d`ôces
Não ganharam uma de mim
Freguês, `cês são freguês

E meu povo sofre e que o Estado caia
Em uma piscina de sangue, quem foge da raia?
Éh, meu povo sangra que o Estado caia
O tsunami vem aí, vamos morrer na praia

Alguns de nós matados
Alguns de nós morridos
Policiais safados
Assassinam meus amigos

Alguns de nós chapados
Alguns de nós perdidos
Muitos de nós calados
Os que falam soam bandidos




Compartilhe

Compartilhe no Facebook      Compartilhe no Whatsapp      Compartilhe no Twitter





Deixe seu Comentário:

           

Letras das Músicas

#

    
    
    
    
    



A


    
    
    
    
    
    
    





B


    
    
    
    



C


    
    
    
    
    
    



D


    
    
    
    
    
    
    





E


    
    
    
    
    
    
    
    
    
    
    
    





F


    
    
    



G


    
    
    
    



H


    
    
    
    





I


    



J


    





L


    
    
    
    
    
    



M


    
    
    
    
    
    
    





N